Você ligado na notícia

Domingo, 21 de abril de 2024
informe o texto

Notícias Economia

Irmãs abrem o próprio negócio com crédito liberado pelo Governo de MT após 12 anos trabalhando em casa

Lucianna e Lais conseguiram crédito para montar confeitaria pela linha Mulher Empreendedora, da Desenvolve MT

Irmãs abrem o próprio negócio com crédito liberado pelo Governo de MT após 12 anos trabalhando em casa

Foto: reprodução

As irmãs Lucianna Pereira Rios e Lais Pereira, que são confeiteiras, conseguiram abrir o próprio negócio com o apoio do Governo do Estado há seis anos, depois de 12 anos trabalhando em casa, com a venda de bolos, doces e salgados. As microempresárias obtiveram crédito pela linha Mulher Empreendedora, da Agência de Fomento de Mato Grosso, a Desenvolve MT. 

Elas contaram que, com o passar dos tempos, o negócio começou a dar certo e sentiram a necessidade de sair da informalidade. 

“É um orgulho ter um negócio próprio, é um sonho realizado, porque durante muito tempo eu sinto vontade de sair de casa, melhorou muito”, declarou Lucianna, ao explicar que o espaço onde elas faziam as encomendas era pequeno diante da demanda. 

Lucianna explicou o motivo pelo qual optaram pelo crédito da Desenvolve MT: “Existe mais facilidade no empréstimo para pequenos empreendedores do que em bancos comuns e a taxa de juros também”.
Com o recurso, elas reformaram, ampliaram e equiparam a confeitaria, além de deixar parte como capital de giro. 

A presidente da Desenvolve MT, Mayran Beckman, explicou que o Governo oferece modalidades de crédito específicas para ajudar mulheres e jovens empreendedores, com juros baixos. 

“Essas linhas de crédito são muito interessantes porque apoiam aqueles que realmente estão de fato começando no empreendedorismo, abrindo negócios, com taxa de juros atrativa de 0.37% ao mês. Existe outra linha para investimentos em que a pessoa consegue trocar máquinas, colocar energia solar, com linha de R$ 20 mil a R$ 1,5 milhão, com prazo de até 120 meses para pagar”, pontuou. 

O volume de crédito liberado em 2023 superou os outros últimos quatro anos. Foram investidos mais de R$ 38 milhões, beneficiando 2,6 mil empreendedores no Estado. Para este ano, estão disponíveis mais de R$ 170 milhões para crédito.
 
Sitevip Internet