Você ligado na notícia

Quinta-feira, 20 de junho de 2024
informe o texto

Notícias Geral

EM CUIABÁ

Professores decidem por greve e alunos criticam: “Vergonha”

Milhares de alunos do campus Cuiabá serão afetados; aulas podem parar já na próxima semana

Professores decidem por greve e alunos criticam: “Vergonha”

Foto: Reprodução

A Associação dos Docentes da UFMT (ADUFMAT) decidiu, na tarde desta sexta-feira (17) deflagrar uma greve, por tempo indeterminado, visando melhorias salariais e recomposição do orçamento da universidade.

A decisão ocorreu em uma assembleia-geral e foram 216 votos a favor, 90 contra e 3 abstenções.

Os técnicos da instituição já estavam em greve há mais de um mês também por melhorias salariais. 

“Além do salário, é também pela recomposição do orçamento das universidades (que em 2023 foi 50% menor do que era há 10 anos), para que haja também recursos para bolsas e assistência estudantil; e é também por um revogaço das contrarreformas dos governos golpistas do Brasil”, diz trecho da carta divulgada aos estudantes.

Entre os estudantes, porém, o clima é de insatisfação, já que a paralisação irá atrasar o calendário letivo. O semestre na universidade começou há uma semana, com isso, muitos alunos viajaram de suas cidades e agora ficarão novamente sem aulas.

“Como esperam vários discentes saírem de suas cidades, se instalarem nas cidades universitárias, alugarem imóveis e só agora decidirem tudo isso? Uma vergonha”, disse um aluno em publicação do Diretório Central dos Estudantes nas redes sociais.

“Votação mais bagunçada e desorientada que já presenciei nessa universidade. Que vergonha”, disse outra.

A assembleia ainda segue deliberando detalhes da deflagração da greve e a data em que a paralisação começa.

A princípio, a comunicação da decisão à Reitoria da instituição será imediata, dentro do prazo de 72 horas úteis.
 
Sitevip Internet